Ensino
Médio

O EM Colégio Dom Bosco de Maringá II – Ensino Médio, desenvolve o processo de ensino e aprendizagem por meio de metodologia específica, utilizando como material de apoio o sistema COC de educação e também outras fontes de pesquisa. A função da escola em proporcionar um conjunto de práticas preestabelecidas tem o propósito de contribuir para que os alunos se apropriem de conteúdos sociais e culturais de maneira crítica e formativa.

Em cada área de conhecimento, as orientações didáticas permeiam as explicações sobre o ensinar e o aprender, sobre os blocos de conteúdo ou eixos temáticos, uma vez que a opção de seleção de conteúdos para uma situação de ensino e aprendizagem é também determinada pelo enfoque didático da área.

Os temas transversais:
Ética, Saúde, Meio ambiente, Orientação Sexual, Trabalho e Consumo e Pluralidade Cultural serão trabalhados em cada área de conhecimento.

A aprendizagem significativa implica sempre alguma ousadia: diante do problema posto, o aluno precisa elaborar hipóteses e experimentá-las. Fatores e processos afetivos, motivacionais e relacionais são importantes neste momento. Os conhecimentos gerados na história pessoal e educativa tem um papel determinante na expectativa que o aluno tem da escola, do professor e de si mesmo, nas suas motivações e interesses, em seu auto-conceito e sua auto-estima. Assim como os significados construídos pelo aluno estão destinados a serem substituídos por outros no transcurso das atividades, as representações que o aluno tem de si e de seu processo de aprendizagem também.

É fundamental, portanto, que a intervenção educativa escolar propicie um desenvolvimento em direção à disponibilidade exigida pela aprendizagem significativa. Em síntese, não é a aprendizagem que deve se ajustar ao ensino, mas sim o ensino que deve potencializar a aprendizagem: é o ensino que tem a responsabilidade pelo diálogo com a aprendizagem. Se o objetivo agora não é só passar conteúdos, mas preparar – todos os alunos – para a vida na sociedade moderna, desenvolver competências nos alunos é a palavra de ordem da educação contemporânea. Para formar pessoas para a nova realidade social e do trabalho, o professor enfrenta o desafio de mudar sua postura frente à classe, ceder tempo de aula para atividades que integrem diversas disciplinas e estar disposto a aprender com a turma.

Considerando o caráter intencional da educação democrática, a mantenedora deste estabelecimento de ensino assume o compromisso de universalização do ensino que, atendendo aos interesses da maioria da população, visa formar homens críticos.

MATERIAL DIDÁTICO

Conteúdo criado para garantir que o desenvolvimento do aluno ocorra de forma completa, aprofundada e eficiente, culminando com a aprendizagem que auxiliará nas aprovações nos melhores vestibulares do Brasil.


PROFESSORES

Ademir Penha

Física

Ali Suleiman

Inglês e espanhol

Alysson Marcelo

Física

Antonio Lourenço

Ensino médio

Arlindo De Andrade

Física

Bruno Ziroldo

Biologia

Douglas Antonio

Filosofia

Elaine Angela

História e arte

Fabiano Fontes

Literatura

Fábio César

Química

Flávio Ribeiro

Matemática

Frederico Lara

Biologia

Gelson Martins

Prod. texto

Gilmara Martos

Geografia

Helenton Alves

Física

Herika Ribeiro

Gramática

Ivania Borges

Biologia

João Paulo

Física

Julio Cesar

Biologia

Lucas Vieira

Arte

Luis Cristiano

Biologia

Marcos Barreto

Matemática

Michele Cristina

Química

Paulo Sérgio

Matemática

Rafael Castro

Matemática

Rafael Correa

Química

Raul Tavela

Sociologia

Ricardo Luiz

Ed. física

Rosangela Maria

Língua Portuguesa

Rubens

Física

Silvio Lee

Biologia

Tales

Matemática

Talita Garutti

Química

Thiago Pasqualini

História

Vivian Trombini

Literatura e redação

Wanderson Aceti

Química
Fale pelo WhatsApp